quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014


através do 

barco engarrafado 
o sonho entra 
nos olhos do pequeno 

que com uma sensação 
de leve tempestade 
quer ser pescador 

sem saber que 
as tempestades vestirão
águas desassossegadas

de crescer
e não conseguir
manter-se grande

14 comentários:

  1. Manter-se grande é um desafio imeeenso e trabalhoso... Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Se o sonho se manter, ele nos manterá grandes.

    ResponderExcluir
  3. isso de querer
    ser exatamente aquilo
    que a gente é
    ainda vai
    nos levar além

    Incenso fosse música (Paulo Leminski)

    ResponderExcluir
  4. De crescer e não conseguir manter-se grande.... Que lindo!

    ResponderExcluir
  5. Fantástico!
    Grata pelo carinho por lá, moça.

    ResponderExcluir
  6. Bela metáfora, sobre as dores do crescimento.

    ResponderExcluir
  7. estava lendo seu blogue e quis te escrever.

    um abraço.


    yuxtaposición por ramonlvdiaz

    la luz expresa la distancia:
    oscuridad és siempre íntima,
    relata sus encuentros y labios
    y ríos - recuerdos de outrora y
    simpre ahora, así definitivamente
    claro, aisla sí mismo sin regreso
    en los tiempos que diverxen en sí,
    pero no en sus versos y islas sin
    fin por todo tan extendido - secó
    y se volvió aún más en la distancia
    haciendo desiertos en demasía ¿o es
    soledad y sol su transproprio camino?

    no puedo elegir lo que nos acerca
    o recoger a que las piedras rompem,
    que te quiero sin efecto corpóreo;
    apago las luces y cierro los ojos
    para desaprender contigo un poco,
    tal vez habitar algun numero raro
    que en nuestra ceguera ya vivimos
    y lo que los niños sueñan crecer
    diversos tamaños sin metro vacío,
    flores al corrientes de universo
    inédito preamanecer en las razones
    y en su silencio de acontecimento.

    ResponderExcluir
  8. relendo o verso acho que fica melhor assim:

    "...soledad y sol su camino que transpira?

    ResponderExcluir
  9. E nunca conseguimos mesmo, é difícil manter-se grande.

    Linda sua poesia.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Blog encantador,gostei do que vi e li,e desde já lhe dou os parabéns,
    também agradeço por partilhar o seu saber, se achar que merece a pena visitar o Peregrino E Servo,também se achar que mereço e se o desejar faça parte dos meus amigos virtuais faça-o de maneira a que possa encontrar o seu blog,irei seguir também o seu blog.
    Deixo os meus cumprimentos, e muita paz.
    Sou António Batalha.

    ResponderExcluir
  11. grande é o mar, e o homem só se sentirá igualmente grande perante ele quando entender que jamais assim será.

    ResponderExcluir
  12. o desejo despe qualquer um
    mesmo o olhar mais incalto
    mas apenas o tempo é capaz
    de revelar o sofrer ou o prazer

    ResponderExcluir