quinta-feira, 6 de junho de 2013


espera 
feito criança, 
um olhar que pare 
e estenda à mão 
vazia e sem nome, 
uma esmola, uma esperança. 
mão 
que vazia 
volta pro chão.
de um alguém 
que por estar ali 
é um ninguém.

os chinelos racharam 
de tanto andar 
atrás da esperança. 

é descalço.

19 comentários:

  1. Limerique

    Olhar vago, triste, mão estendida
    Postura daquele que não vê saída
    Pode ser velho ou moço
    Está no fundo do poço
    Ele pede realmente apenas vida.

    ResponderExcluir
  2. Seu melhor poema "longo". Alcança a simplicidade genial das melhores coisas que você já postou por aqui.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Se atrás da esperança é descalço, melhor encontrar suas próprias meias e meios para aquecer seus próprios pés.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. "de um alguém que por estar ali é um ninguém" Adoro este tipo de versos antagónicos =)

    ResponderExcluir
  5. que por estar ali
    é um ninguém.

    Simplesmente amei esses versos, você escreve muito bem.

    ResponderExcluir
  6. ... Sinto uma simpatia por essa gente toda,
    Sobretudo quando não merece simpatia.
    Sim, eu sou também vadio e pedinte,
    E sou-o também por minha culpa.
    Ser vadio e pedinte não é ser vadio e pedinte:

    É estar ao lado da escala social,
    É não ser adaptável às normas da vida,
    As normas reais ou sentimentais da vida...

    Fernando Pessoa/Alvaro de Campos

    Postei, hoje, o poema completo no Blog.

    ResponderExcluir
  7. ٠•●♥ Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ ·٠•●♥
    Não procuras descobrir os segredos que escondo,
    Contenta-te com as pétalas, pedaços de alma que te dou.
    Não queiras ver além do que te mostro,
    Mas vê nas palavras tudo o que sou.
    ·٠•●♥ Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ ·٠•●♥.

    ResponderExcluir
  8. Corações já não saem mais para ver.

    ResponderExcluir
  9. você é uma das minhas seguidoras, tem um blog com uns textos ótimos!São de sua autoria?

    ResponderExcluir
  10. Mas já diziam que a esperança é feito uma criança, inocente e ingenua, que mesmo sabendo dos prováveis finais, teima em acreditar que alguma coisa pode mudar tudo e fazer com que as coisas acabem bem. Somos todos feito crianças, esperando no portão, que a felicidade venha e fique...

    Lindo, lindo. "_"
    Boa tarde.

    ResponderExcluir
  11. Mãos vazias
    Pés descalços
    Aos poucos a esperança se esvai...

    ResponderExcluir
  12. Heheheeeeeeeeeeeeee...
    Pensastes que eu não iria aparecer mais,não é?????
    Puro engano teu...
    Jamais deixaria de vir aqui,ainda mais nesse dia tão especial...MEU DIA...
    Pára,né???
    Então tu não sabes que eu sou a NAMORADINHA DO BRASIL e agora também a NAMORADINHA DO MUNDO(dazoropas,dazaméricas,dozóinhos puxados,etc e tal)???
    Viu como tu és importante?
    Com todo mundo aos meus pés,venho aqui só pra te ver e dizer que voltei para ficar!
    Feliz,né???
    Eu sei...porque também estou e esperançosa de poder continuar no teu coração.
    Já me vou porque estou indo,mas não te desesperes...
    Logo,logo me volto pra tu...
    Beijão estupidamente demorado,desses para matar a saudade de vez!!!!

    CristaCristalCristalina - a famosa 3C ...ksksksksksks -

    PS:Não fiques triste,mas vou postar esse meu bilhetinho para cada um da minha legião de fãs...ksksksks...senão não dou conta de te paparicar mais tarde...sei que vais TENTAR me compreender...OBRIGADA!!!!

    ResponderExcluir
  13. Descalço de esperanças.
    Linda poesia.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  14. Sutil e maravilhosa sua poesia! Vim conhecer seu blog. Muito bem escrita, viu? Adorei seu blog, na oportunidade venha conhecer os meus,http://rose-sousacoracaodefera.blogspot.com.br/ quem sabe não se identifica com algum... Forte abraço!

    ResponderExcluir
  15. os pés procurando um calçado, sem esperança de encontra-lo, tão jovem já sofrendo as consequências. Belo Poema

    ResponderExcluir