quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

flores e feras


faces de flores 
com feras aprisionadas 
dentro de seres, 
no último despetalar 
talvez mostrem 
o que há nas entranhas.

feras estranhas 
vagando nos subúrbios
junto com o caos 
urbano e vivido
têm brotadas em si 
pequenas flores.

flores, feras, 
temos em nós todas elas.
com faces de flores 
aprisionando feras,
com faces de feras 
escondendo flores.
flores e feras, 
somos todas elas.

61 comentários:

  1. Amei, amei muito. Sem palavras diante de uma verdade dita, lindamente. Que coisa bela! Perfeição, Vanessa. Esse eu vou anotar em um livro por que eu simplesmente adorei, quero o ter para sempre...

    Parabéns, de novo. Tu és ótima, senhorita!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa,

      talvez tenhamos mesmo faces de flores e feras.
      Lindo escrito!

      Um abç!

      Excluir
    2. o bom de estar nesse mundo do blog, é conhecer autores desconhecidos com estrutura tão talentosa.
      o caso daqui :)

      Excluir
  2. Obrigada pela visita e pelo comentário.

    Bonito este poema, em que reflecte a dualidade do ser humano.

    Vou segui-la :)

    ResponderExcluir
  3. Primeiro agradeço pela visita!^^
    Seu poema tem em si um sentido bastante amplo, por nós seres humanos muitas vezes transparecermos em nossa face flores, uma delicadeza total sendo que também temos em nós aprisionadas feras ou pode ser o contrário disso. Talvez eu tenha lido algo assim por aí, mas nada tão marcante quanto suas palavras trazem. Lindo Poema, assim como também belo blog, gostei desse canto...da simplicidade!

    Abraço e uma Boa Sexta.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Ando assim ultimamente: com uma fera aprisionada em uma face de flor. Obrigada pela visita no meu blog. Adorei suas palavras. Sutis tal qual uma borboleta na árvore.

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. De quinta mas que traduziu perfeitamente o que venho refletindo ultimamente.

    é um dom admitir isso assim tão bem, parabéns!

    beeeijos!

    ResponderExcluir
  7. «Flores, feras,
    Temos em nós todas elas.» E assim nada mais. Adorei.

    ResponderExcluir
  8. meu sonho é um dia aprender a fazer poesia.
    e sim, somos todos feras em faces de flores ou flores em faces de feras.

    gostei!

    ResponderExcluir
  9. Um poema para todas as mulheres, gostei. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  10. oh, muito obrigada linda. gostei imenso do poema*

    ResponderExcluir
  11. Vanessa,
    Esse é o maior mistério de ser mulher.
    Um beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  12. Flertei entre as flores e feras belas.

    ResponderExcluir
  13. Identifiquei-me com o teu poetizar.
    Estou seguindo.

    ResponderExcluir
  14. Simplesmente sublime!
    Parabéns moça, me encanta a forma como escreves, mais parece um arranjo de flores em forma de palavras.

    Grande beijo, Ivan R.

    ResponderExcluir
  15. Vanessa, muito belo teu blog e fiquei encantada com esse post!

    Somos feras, somos flores...cada fase uma, cada dia uma.

    bjoks :)

    ResponderExcluir
  16. entre feras e flores
    eu, de mente absorta
    nas palavras belas e doces
    de adorável moça
    haurindo sua poesia
    captando ali filosofia

    ResponderExcluir
  17. Flores e mais flores para ti flor suave de jardim

    ResponderExcluir
  18. Adoro quando descubro, a toa, poesia de boa qualidade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina, Gabriela. Me contenta quando leio
      essas palavras; dizendo que encontraste aqui.
      Obrigada, moça.

      Excluir
  19. Olha, não curto muito poemas, mas devo admitir que este é LINDO! Extremamente verdadeiro, denso, direto e doce. Curti.
    "Flertei entre as flores e feras belas." [2]

    Um beijo, flor.

    ResponderExcluir
  20. o lado fera é o que nos faz sobreviver...

    ResponderExcluir
  21. Maravilhoso!
    =)

    axo q meu lado fera anda meio retraído.

    ResponderExcluir
  22. Gosto muito de poemas assim - singelos, curtos mas riquíssimos.

    Lindo.

    ResponderExcluir
  23. Realmente...somos um pouco disso tudo...gostei muito do jogo que fez com as palavras e sentidos!!

    []s

    ResponderExcluir
  24. Mas que prazer recebê-la em meu blog Vanessa!
    Confesso que estou encantada com suas palavras; leio poemas e poesias com certa frequência, por isso já adicionei seu blog entre os meus favoritos!

    ResponderExcluir
  25. Olá Vanessa, vim agradecer a sua visita no meu cantinho!
    Gostei do que já li aqui no seu Blogue.
    Voltarei...

    Bjs dos Alpes

    ResponderExcluir
  26. O que vou dizer aqui que todos não tenham dito.
    Que amei?
    Que estou encantada por cada post?
    Que onde eu estava que ainda não tinha vindo aqui antes?

    Qualquer coisa que diga será bem menor que meu encanto.

    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Plástica, a fera me olha do espelho. Eu sorrio. Mas ela não...

    ResponderExcluir
  28. - é o que acontece quando fazemos poesia com o coração.

    ResponderExcluir
  29. "Raízes e asas.
    mas que as asas enraízem
    e as raízes voem". (Juan Ramón Jiménez)

    ResponderExcluir
  30. «Feras e flores,
    Somos todas elas.»

    E é nesta dualidade que nos completamos.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  31. Bonito este poema! A vida exige-nos garras,mas sobra tempo para florir.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  32. "Flores, feras,
    Temos em nós todas elas."
    Encantador demais, querida!

    ResponderExcluir
  33. Simplicidade de flor... palavras de fera!
    Muito bom!!


    beijos

    ResponderExcluir
  34. Delicado e lindo...Somos todos flores e feras...bjos
    Luana Barcelos Dantas

    ResponderExcluir
  35. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  36. Temos que saber domar as feras que há dentro de nós...
    Excelente poema, gostei imenso.
    Beijo, querida amiga.

    ResponderExcluir
  37. Não poderia ser mais lindo...

    Te trago minha confissão: Sou fã das suas poesias e de seus toques poéticos. Lindo querida!

    ResponderExcluir
  38. Uma das coisas mais sinceras e adoráveis que li em um bom tempo. (:

    ResponderExcluir
  39. Olá Vanessa...
    Seja Muito Bem Vinda, Sempre, Obrigada!

    Amei teu blog, tua poética "...Feras e flores,
    Somos todas elas." Pura verdade!!! E já te sigo..

    Grande bj no coração,
    Lecy'ns

    ResponderExcluir
  40. Minha querida

    Passando para agradecer a carinhosa visita, e gostei do que li aqui, vou voltar com mais tempo.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  41. Obrigada pela visita no blog, pode se perder e se encontrar por lá quantas vezes quiser (:

    Adorei o modo como você escreve (;

    ResponderExcluir
  42. Nem tudo são flores, e às vezes feras até precisem aparecer pra protegê-las. Mas prefiro flores. :)

    ResponderExcluir
  43. A sensibilidade de nossas flores dão ênfase na força de nossas feras. E a fúria de nossas feras fazem valer a pena cada pétala de nossas flores.

    ResponderExcluir
  44. Ótima representação dos dois lados que convivem em todos nós.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  45. Fui lendo o poema e lembrando de alguns aspectos da minha realidade, de momentos, de pessoas que eram feras mas que escondiam flores ou que eram flores e escondiam feras por dentro delas.
    Flores e feras: estão em nós, nos sentimentos, no mundo.

    ResponderExcluir
  46. Tu és tão sinestésica e poética nas palavras, que tens flor e fera dentro de ti. Soube dançar minuciosamente nos versos. Que cousa mais linda. Boníssimo. Bravo!

    Quero um contato seu. Permita-me? MSN, Facebook ou algum outro perfil em rede social, tens?
    Beijos, querida. Au revoir ;D

    ResponderExcluir
  47. Adorei o conjunto de palavras que formaste.

    ResponderExcluir
  48. Genial!! Um prazer ler este poema. Tem substância, tem vida. Não foi meramente escrito, sabe... Foi algo mais.

    ResponderExcluir